item image

Zahra Li

Zahra Li é carioca, pós graduada em Gestão de Recursos Humanos e iniciou seus estudos na arte da dança do ventre no ano de 2000, sendo que tornou-se profissional registrada no Sindicato de dança no ano de 2008 (DRT: 40399/RJ). Possui experiência em outras artes como o teatro e nas danças flamenca, jazz e dança moderna.

Ainda em 2008 participou pela primeira vez de um concurso categoria solo profissional do Encontro Internacional Bele Fusco e ganhou em 2º lugar. Seu trabalho começou a ficar evidente e passou a dar aulas em um estúdio em Copacabana e também começou a dar aulas na Escola de Artes Orientais Asmahan na modalidade flamenco árabe, além de participar das atividades e shows pela escola até o ano de 2009.

No mesmo ano integrou o grupo Folclórico 1001 Noites ao lado de seu marido e companheiro de dança Fabricio Dabke. Juntos, começaram a promover shows, eventos e levar a dança árabe por onde passaram em escala nacional. Atualmente, promovem a dança árabe, como a dança de casal árabe, o derbake ao vivo (percussão árabe), apresentações de dabke com roda e realizam casamentos/festas árabes com o grupo de Nasser Mohamed. O grupo 1001 Noites atua em todo o país e promove a Semana Árabe na Pousada do Rio Quente Resorts em Goiás, evento que os dois já participaram diversas vezes. Nesses eventos, Zahra dançou com a banda ao vivo de Sami Bordokan adquirindo maior experiência e intimidade com os instrumentos árabes e de como traduzir melhor o som através de seus movimentos.
Os dois produziram shows mensais no Al Khayam, restaurante temático árabe no Rio de Janeiro, por quatro anos, abrindo oportunidades para diversas bailarinas criarem espaço e se destacarem no mercado, dançaram com a banda de Tony Mouzayek durante alguns shows no Rio de Janeiro e com a banda de Mohamad Azra no Dunas Bar em SP. Também se apresentou nos restaurantes Amir, Real Kebab, Arab e Monte Lbano no Rio de Janeiro.

Desde então, Zahra se aprofunda na arte, em estudos sobre ritmos, folclores e novas tendências no mercado. Assim, passou a ser convidada por profissionais de todo o país para lecionar workshops, realizar eventos de cunho árabe, administrar shows e eventos e fazer parte da banca de jurados de festivais árabes.

Estudou e se aperfeiçoou com profissionais nacionais e internacionais, dentre eles:

Fadwa Saide (KK), Nasser Mohamed (Mil e Uma Noites), Noahri Mahin, Natália Trigo(KK), Amar Gamal/ Keichi (Bellydance Superstars), Adriana Bele Fusco, Mahaila el Helwa (Rede Hayat), Carla Silveira (KK), Kahina (KK), Renata Lobo (PR), Najla Al Hafsa (KK), LuLu, Jorge Sabongi, Ariella (KK) e Ju Marconato (KK).

No ano de 2010 adquiriu o Padrão de Qualidade Khan el Khalili através de uma banca composta por uns dos melhores bailarinos e bailarinas de dança árabe do país. Após receber nota alta nos critérios avaliados, passou imediatamente a integrar o quadro das bailarinas dançando assiduamente na Casa de Chá Egipcia ganhando maior projeção de seu trabalho especialmente em sua cidade Rio de Janeiro.

No mesmo ano passou também para o quadro de bailarinas do Selo Oriental Lulu Sabongi sendo avaliada por uma das maiores e melhores bailarinas de todo escala nacional. Fez dois anos e meio do curso de formação com Lulu no Espaço Mosaico no Rio de Janeiro.

Em 2012 passou para a qualificação de bailarinas Noites do Harem da Khan el Khalili, obtendo maior projeção de seu trabalho e reconhecimento do público. A partir desse momento passou a integrar o quadro das bailarinas mais conceituadas do país e a receber convites com mais assiduidade para eventos e cursos nacionalmente.

Foi jurada do Rio Orient Festival em 2011 e do Festival de dança de Rio das Ostras no Rio de Janeiro em 2012.

Paralelo a isso Zahra e Fabricio foram convidados a empresariar o músico e compositor árabe Mohamad Azra com Gege Mouzayek no Rio de Janeiro, realizando cursos para bailarinas e shows temáticos. Nesse ano ambos produziram o espetáculo AYOUNI no Rio de Janeiro, trazendo nomes importantes da dança oriental e favorecendo professoras com seus grupos de alunas e também estão promovendo cursos de especialização, trazendo professores e músicos de fora, ajudando a ampliar o conceito de dança árabe no Rio de Janeiro.

Até o momento, Zahra é professora de dança árabe na Academia Alfredo Zurli e Centro de Artes NÒS DA DANÇA, ambos em Copacabana e está levando seu workshop de dabke feminino para várias localidades do país. Também é colaboradora eventual da revista SHIMMIE Ampliando conceitos.

Tem atuado positivamente em seu Estado produzindo cursos de formação com bailarinas renomadas em todo país, como Ju Marconato e Mahaila El Helwa, ajudando no complemento de estudo das cariocas.

O tripé professora/bailarina/produtora ocupa a rotina dessa bailarina que busca constantemente reciclar seus estudos, se aperfeiçoar e estudar sem cessar para levar qualidade por onde passa. Uma de suas maiores qualidades é compartilhar seus aprendizados com suas alunas, um de seus maiores prazeres na vida. Ministra aulas desde o nível básico até avançado e profissionalizante onde já ajudou diversas bailarinas a se integrarem ao mercado de trabalho e orienta metodologicamente e didaticamente quem deseja começar a lecionar a arte da dança do ventre. Seu trabalho é extra classe, procura levar alunas e incentiva bailarinas a mostrarem seus trabalhos para que o meio seja mais unido e promissor e deseja construir uma realidade sólida trazendo a dança árabe como arte, retirando dela o lado banal que a acompanha desde seus primórdios

Meu email profissional: eventos@zahrali.com.br
cel pra contato: 021 67171072 e 021 76164077
meu site: www.zahrali.com.br