item image

Marcia Dib

Bailarina, coreógrafa e professora de danças árabes.

Mas acredita que a dança não existe sozinha…

Tem FORMAÇÃO ARTÍSTICA diversificada:

– É Arquiteta (FAU/USP), e seus estudos da relação do homem com o espaço ajudaram muito no entendimento das danças folclóricas.

– Trabalhou profissionalmente com Teatro (Grupo Tapa)  e Canto (Grupo Mawaka), o que ajudou incrivelmente a pensar em expressão cênica, desenhos coreográficos e proximidade com a música.

– É formada no método do Ivaldo Bertazzo para Reeducação do Movimento, que foi fundamental para a segurança para dar aulas e dançar.

– Estudou (e ainda estuda) dança desde 1982, com diversos professores no Brasil (danças diversas: árabes, étnicas em geral, jazz, afro, flamenco), em Nova York (dança do ventre) e em Damasco, Síria (danças folclóricas árabes).

– Desde 1998 tem se dedicado exclusivamente às danças árabes: à prática, às pesquisas, ao estudo e ao ensino.

– Estudou (e ainda estuda) música árabe e ocidental (tocou piano, fez canto e hoje faz parte de uma banda árabe amadora).

Fez diversas VIAGENS DE ESTUDO à Síria (entre 2002 e 2008) onde teve aulas de danças e música árabe, estagiou em grupos de danças folclóricas, e fez pesquisas teóricas em diversas instituições, além de observar bastante a dinâmica social, cultural e gestual nas ruas e casas.

Com o material dessas experiências e ainda outras pesquisas, aconteceram três frutos:

– Se tornou Mestre em Cultura Árabe pela FFLCH/USP, com a dissertação: “A diversidade cultural da Síria através da música e da dança”, em 2009.

– É autora do livro Música árabe: expressividade e sutileza, que já está na 2ª. edição (2013).

– Fundou o grupo Mabruk! que procura resgatar e divulgar as danças folclóricas árabes.

Sempre trabalhou dentro da COMUNIDADE ÁRABE: é professora de danças folclóricas árabes e dança do ventre no Esporte Clube Sírio de São Paulo desde 2001, onde desenvolve trabalho com crianças e adultos. Deu aulas também nos Clubes Homs (durante 11 anos) e Monte Líbano (6 anos), além de escolas de dança em São Paulo e região. Fez diversos shows em festas, casamentos e comemorações dentro de sua comunidade.

ATUALMENTE é também uma das professoras, na Shangrila, no Curso de Aprofundamento em Dança Oriental, sob responsabilidade de Lulu Hartenbach. Neste curso trabalha a cultura árabe e a música como forma de entender e expressar melhor a dança árabe.

É parceira de Nilza Leão em vários cursos online (Formação em Folclore Árabe; Músicas Pop; Organizando Espetáculos Rentáveis, entre outros).

Dá palestras e cursos em todo o Brasil (presenciais ou por Skype) sobre vários temas ligados à cultura árabe, principalmente a respeito do cotidiano, música (leitura musical, ritmos, teoria musical, snuj, tarab, etc.) e dança (danças folclóricas e dança do ventre, práticos e teóricos).

Continua estudando e se encantando com a riqueza das danças árabes.  Adora trocar ideias sobre isso!

Sendo DESCENDENTE DE SÍRIOS, procura resgatar e divulgar sua cultura, valorizando a dança, a música e o gestual oriental.

DRT: 9877 (1992)